Personal Victor

Alongar ou não antes de treinar? Parte 2

Uma pergunta frequente entre os praticantes de musculação. Alongo ou não antes do treino, ou tenho que alongar depois?


Por: Victor Lima

Alongar ou não antes de treinar? Parte 2

Recomendo a leitura do post anterior

Durante muito tempo o alongamento era visto como essencial antes de qualquer tipo de atividade, pois preveniria lesões e aumentaria o desempenho.

Bom a ciência vem mostrando que não é bem assim. Diversos estudos mostram que na verdade esta prática na maioria das vezes foi pautada em um conhecimento empírico e sem comprovação científica. Até por sinal, diversas atividades são prejudicadas pela execução dos alongamentos antes dos exercícios. Mas vamos analisar se com a musculação acontece isso.

Primeiramente temos que entender que alongamento é um conjunto de técnicas utilizadas para o aumento da flexibilidade, ou ainda segundo Araújo (2000) "É a amplitude máxima fisiológica passiva de um dado movimento articular". Portanto, alongar é como executar uma série, é um método para atingir um objetivo.

Com o alongamento, esticamos as fibras musculares e exigimos um controle do fuso muscular. O fuso muscular é um receptor sensorial proprioceptivo em forma de fuso composta por feixes de fibras musculares modificadas contidas dentro de uma cápsula fibrosa. Sua função durante o alongamento é de controlar o ponto máximo de tensão. Mas ele não faz esta função apenas durante o alongamento.

O fuso muscular controla também a tensão máxima e a amplitude de movimento, dentro de um limiar de segurança, durante todo o tempo. Quando executamos os exercícios resistidos ele sofre uma sobrecarga ainda maior, pois tem de controlar a amplitude máxima e a tensão necessária. Portanto a musculação causa um stress elevado ao fuso muscular.

É necessário alongar antes dos exercícios? Portanto, alongar alguns minutos antes de um treinamento de força, sob o ponto de vista da prevenção de lesões, não é aconselhável. Pois como o alongamento causa um stress no fuso muscular, com a execução de exercícios resistidos este stress aumenta em muito e o fuso pode não estar mais trabalhando com níveis de estiramento seguros, o que pode vir a causar lesões. Mas não é apenas este fator que deve ser levado em conta.

Continua no próximo post...

Bons treinos!